Président

Bleu Des Causses DOP

Descrição

Um pouco de história... o Bleu des Causses deve o seu nascimento ao reconhecimento DOC de Roquefort!
Ambos obtidos da mesma terra, diferem pelo seu elemento principal: o leite de ovelha para o primeiro e o leite de vaca para o Bleu des Causses.

Descubra o caráter dos Grands Causses, um sabor doce e ao mesmo tempo ardente!

Características especiais

D.O.C. desde 1953.
Queijo com leite cru e gordo e com casca com bolor.
45% mínimo de gordura.
Cilindro com diâmetro de 20 cm e espessura entre 8 e 10 cm. Peso cerca de 2,5 kg.
Pasta cor marfim, muito cremosa.
Caráter forte.
Produção: 860 toneladas.

Gastronomia

Para produzir um Bleu des Causses são necessários pelo menos 100 dias.
É sobretudo entre setembro e fevereiro, quando as vacas estão no pasto, que o Bleu des Causses é mais aromático.
É saboroso depois de uma refeição, mas também cozinhado, onde dá sabor a omeletes, gratinados e molhos.
Uma combinação maravilhosa: branco-azul, a combinação de Bleu des Causses com vinho branco, como por exemplo o Côtes-de-Bergerac ou um Floc de Gascogne branco.

Produção

A fase mais importante da produção de um Bleu des Causses é a cura. Inicialmente por cerca de 3 semanas, o Bleu des Causses é colocado delicadamente em prateleiras de madeira de carvalho, na parte inferior das caves naturais, exposto a correntes de ar frio e húmido que dão origem à "flor" azul do queijo (daí o nome Fleurines).
Neste ponto, o queijo é amargo e quebradiço. Deve ter mais 2 ou 3 meses de cura lenta, envolto em folha de alumínio (diz-se que é "revestido em chumbo") para obter uma pasta muito cremosa e um aroma forte.
A origem do Bleu des Causses está intimamente ligada à de Roquefort, seu primo produzido a partir de leite de ovelha.
No meio dos rebanhos de ovelhas, havia sempre uma ou duas vacas para consumo pessoal dos agricultores (leite e carne)... mas a vaca é um animal maior do que as ovelhas, e o que fazer quando a produção diária de leite é excessiva, se não transformá-lo em queijo!
Foi assim que nasceram os deliciosos queijos "façon Roquefort" (tipo Roquefort), não curados no município de Roquefort, mas em caves das chamadas "bastarde".
A palavra "façon" foi sendo escrita em caracteres cada vez menores - e quando foi finalmente reconhecido DOC Roquefort, os produtores de Bleu formaram o Sindicato dos fabricantes de Bleu d’Aveyron, queijo que por sua vez foi reconhecido DOC em 1953 sob o nome de "Bleu des Causses".

Área geográfica

A região Causses é caracterizada por vastas extensões de terras selvagens e solos pedregosos, com clima severo de fortes contrastes, onde as vacas pastam agradavelmente plantas aromáticas, como a urze.
A cura do Bleu des Causses efetua-se sempre nas caves naturais de calcário, particularmente nas Gorges du Tarn.