Président

Neufchatel DOP


Descrição

Embora os parisienses tenham descoberto somente em 1812, graças ao " Almanaque dos gulosos", o Neufchâtel é com toda a probabilidade o mais antigo dos queijos normandos.
O seu aspeto delicioso em forma de coração seria o resultado de confraternização entre os ocupantes britânicos durante a Guerra dos Cem Anos e as moças da região, que lhes ofereciam o queijo!

Características especiais

D.O.C. desde 1969.
Queijo de pasta mole com casca natural.
45% de gordura.

Várias formas: O cilindro, o duplo cilindro, o quadrado, a forma e o coração; o peso varia de 100 a 600 gramas.
A pasta é de cor amarelo ouro, macia e cremosa, com um leve perfume de mofo.
É coberto por penugem branca pouco espessa que dourará em função da cura.
Produção: 1.100 t.

Gastronomia

O seu sabor forte e doce combina perfeitamente com vinhos tintos frutados, como Côtes-du-Rhône ou cidra artesanal Bouché. Quando é muito curado, os vinhos potentes valorizam o seu forte sabor.
O Neufchâtel, se for escolhido fresco, combina perfeitamente com muitos pratos salgados ou doces.
No entanto pode ser extremamente salgado; deve ser provado antes de ser cozinhado.

Produção

Para enriquecer a pasta, acrescenta-se a coalhada, por vezes ligeiramente prensada, migalhas de queijo com bolor. A pasta é então empastada, modelada e salgada.
O Neufchâtel diz-se "jovem" aos 12 dias de cura, semi-curado com 3 semanas curado com 1-3 meses.
A partir de 1870, Isidore Lefebvre, um agricultor de Nesle-Hodeng, lança a era dos coletores produtores: passa pelas quintas que não têm boas caves, coleta a pasta escoada e cura-a nas suas caves. Também desenvolve a comercialização de Neufchâtel que lhe permitirá viajar para Londres.
O Neufchâtel, um descendente direto dos Bondon e outros Angelot, é sem dúvida o mais antigo queijo Normando: mencionado nos escritos da abadia de Sigy-en-Bray do século XI, é reconhecido como um dos melhores queijos franceses por um padre bom entendedor, o abade de Marolles no século XVIII.
Bonde ou bondart (tampa) é o termo que designa a tampa de madeira que fecha os barris de sidra ou de vinho, cujo formato se assemelha ao ao pequeno queijo cilíndrico.

Área geográfica

O seu local de origem, a região de Bray, inclui o departamento de Seine-Maritime e incorpora um município de Oise. É um distrito húmido da Alta Normandia, estranhamente situado no meio da pedra calcária plana e seca da região de Caux.
Antes que esta região fornecesse a área de Paris de produtos lácteos e cidra, o "Boutonnière da região de Bray" foi inicialmente uma vasta área pantanosa vasta; foi apenas no século XVI que esses pântanos foram drenados para darem lugar às pastagens de qualidade e à produção leiteira.